Dicas

>>Algumas DICAS interessantes para você divulgar no seu setor de atuação:

 

Cada servidor é responsável pelos bens que constam em sua carga patrimonial e essa responsabilidade não deve ser transferida aos agentes patrimoniais. O agente patrimonial auxiliará em relação aos bens que fazem parte do setor para o qual foi designado para atuar, emitindo relatórios, ajudando a localizar os bens incorporados ao respectivo setor e efetuando transferências sempre que estas forem autorizadas pelo agente patrimonial nato.


É imprescindível que a cada troca de setor/localização de trabalho, o servidor conjuntamente com o agente patrimonial setorial tome as devidas providências quanto aos bens que constam em sua carga patrimonial e que devam ser transferidos para o servidor que passará a utilizá-los. Essas providências, além de corretas, já que cada bem deve estar na responsabilidade de quem realmente os utiliza, ainda evitam futuros problemas relacionados ao pedido de declaração de nada consta para processos de aposentadoria/exoneração/vacância.
Solicite ao agente patrimonial de seu setor, o relatório dos bens que constam em seu nome (Relatório de Bens por Servidor) sempre que tiver dúvidas ou sempre que achar necessário realizar verificações físicas dos bens.


Ao constatar irregularidades, busque regularizá-las, lembre-se de que o quanto antes os problemas forem detectados, mais fácil poderá ser a sua resolução.

 

É fundamental que o agente patrimonial seja comunicado sobre qualquer movimentação de bens pertencentes ao setor.

 

Não esqueça: Cuidar do patrimônio público é responsabilidade e dever de todos.

 

Leia o material legislativo que aborda as responsabilidades patrimoniais. Acesse aqui: